domingo, 26 de julho de 2009

Inveja....

Eu sei que a inveja não é um sentimento nobre,
mas tenho que admitir que por vezes um fiozinho
de inveja passa por mim.
Não é aquela inveja de desejar com maldade aquilo
que o outro tem, é aquela inveja de olhar com
tristeza e perceber o que eu não tenho.
Sabe, na minha adolescência escolhi um caminho para
mim e com essa escolha acabei me afastando um pouco
de pessoas que me são caras e importantes,hoje vejo
com tristeza que não consegui conservar as amizades
que fiz no caminho que trilhei e que as pessoas que
eu amo estão do meu lado mas não estabeleci laços
profundos com eles, estou meio a margem olhando de
fora.
Tenho muito medo de passar por essa vida sem deixar saudades,
fico pensando se além da minha família,quem mais sentiria
minha falta.Eu não quero que minha passagem aqui seja
imperceptível e sem história...mas sei lá, hoje olho
para trás e vejo que as pessoas do meu passado, estão
no meu passado,poucas ou quase nenhum caminham ou se lembram
de mim hoje,é ai que entra a inveja pois percebo
que tem pessoas com carisma especial,pessoas que cultivam
amizades a anos e as conservam estão sempre juntas nas horas
tristes e felizes,rindo e chorando, pessoas que mesmo
na correria do dia a dia lembram-se das outras,enquanto eu
tenho que ficar buscando na minha agenda alguém para conversar,
implorando uma companhia.
Bem é triste,mas fazer oque? Sou responsável pelas escolhas que fiz,
e depende de mim agora mudar o restante da minha história.

Um comentário:

Jaqueliny Euzébio disse...

O triste não é demorar a andar e sim passar a vida sem dar nenhum passo.

:D